noticia

Artes de Março encerra com apresentação emocionante da Orquestra Sinfônica de Teresina

1 de Abril de 2019 às 17:03

Os piauienses puderam viver toda a alegria dos anos dourados da Jovem Guarda mais uma vez. Durante um mês, um dos maiores festivais de arte e cultura do estado, o Artes de Março, promoveu mostra de cinema, exposição de caricaturas, exposição de carros antigos e muita música com o tema "Nos embalos da Jovem Guarda".

Foram 10 dias de apresentações musicais com grandes nomes nacionais como Almir Bezerra, Márcio Greyck e Turma do Iê Iê Iê, que emocionaram o público e fizeram uma viagem no tempo relembrando os grandes sucessos desse período que marcou o Brasil.

Além deles, muitas apresentações locais também animaram o público como Os Brasinhas, Radiofônicos, Flávio Moura, Orquestra do 25BC com Cássio Bruno, Orquestra Tamoio e convidados, Le Ballet Studio de dança e um papo firme com convidados especiais que destacaram as influencias da Jovem Guarda na sociedade.

Para encerrar o Artes de Março com chave de ouro, na sexta-feira(29) a Orquestra Sinfônica de Teresina (OST) fez o espetáculo Prelúdio ao Rei, uma homenagem à Robertos Carlos feita especialmente para o festival. "Eu acho o Artes de Março fundamental para o movimento musical da cidade, é um projeto que contempla muitos artistas locais, isso faz com que fique ainda mais interessante, a participação dos artistas locais engrandece o evento. O festival já é uma vitrine nacional então ele abre para os artistas locais. É importante também porque traz a música erudita para o popular. Hoje no show pudemos mostrar as fases importantes na carreira do Roberto Carlos. Quem assistiu percebeu de maneira fácil a religiosidade do cantor, o romantismo e um pouco da rebeldia da Jovem Guarda", destacou o maestro Aurélio Melo.

A apresentação contou com a participação especial dos músicos Zé Quaresma, Zé Roraima e Elayne Leonel. No repertório grandes sucessos do Rei como "Emoções", "Como é grande o meu amor por você", "Quero que vá tudo pro inferno" e outros.

"O Artes é um dos eventos mais legais que a gente tem na cidade, um dos mais importantes por ser democrático, ser em horário super acessível, é gratuito e reúne uma variedade incrível de artistas ao longo desses mais de 20 anos. É um privilegio da cidade ter um evento como essa grandeza e essa abrangência. Fico feliz em já ter feito parte de algumas edições com a Validuate e hoje honradíssimo de fazer parte da apresentação da OST", ressaltou Zé Quaresma.

Quem acompanhou a apresentação garante que o show foi marcado por muita emoção. "É minha primeira vez no Artes de Março e achei lindo, maravilhoso. Sou muito fã do Roberto Carlos e deu pra sentir muito da emoção do Rei. A OST é muito boa e os três convidados foram ótimos, eu gostei bastante. Espero que possa participar também no ano que vem, foi maravilhoso", disse a aposentada Maria Ducarmo, de 76 anos.

O Artes de Março retorna em 2020 com muito mais arte, cinema, dança e muita música. Até lá!

Mais noticias

ver mais